terça-feira, novembro 28, 2006

Acorrentados

Há um ditado que diz: "De Espanha nem bons ventos nem bons casamentos."
Este ditado português obviamente pode aplicar-se a todos os tipos de relações no domínio da vizinhança.

De certo que todos têm vizinhos, mais perto ou mais longe, mas todos nós partilhamos um sentimento mútuo por eles que é o desagrado. É uma relação forçada e não uma relação criada por vontade própria. Às vezes criam-se estas realções inadvertidamente com um simples: "Podia dizer-me as horas?".
O certo é que ninguém escolhe os vizinhos que tem. (Ou até há aqueles que escolhem, mas são mais conhecidos por stalkers, mas isso é assunto para outra altura).

Ora, muitas das vezes esses caros vizinhos tentam incluir-nos nas suas actividades diárias, seja por uma conversa sobre algo pelo qual não temos mínimo interesse, seja numa actividade que não estaríamos à espera de fazer nem quereríamos efectuar; "Vizinha, arrainge-me uma xávuna d'açucre!" ou "Vizinho, vou de fériaz tome-me conta do gátu sáxabore." são apenas exemplos. Quando o/a vizinho/a ainda é comestível no plano sexual e surge no horizonte a possibilidade desse favor ser retribuído com uma bela sessão de "vou-ta saltar prá espinha" o assunto nem é pernicioso... Mas são casos raros e portanto não vou estar para aqui a falar de excepções.

Ora, no domínio da internet virtualmente qualquer pessoa pode comunicar com outra, logo o número de vizinhos ascende exponencialmente em relação aos nossos vizinhos físicos. Mesmo assim, todos os subprodutos da relação de vizinhança se mantêm, sendo o mais irritante as chamadas correntes (ou chain-qualquer-coisa i.e. chain-mails).

Ora, uma das minhas vizinhas desta rede mundial decidiu passar-me um dos tais bichos, em versão "passa ao outro e não ao mesmo", obviamente como não admiro tais vulgaridades, gerei este post.

Não, ninguém gosta de correntes, nem que morram gatinhos, nem que o MSN passe a ser pago, nem se morrerem três pretos e um cão na Damaia, nem mesmo se um destes três indivíduos nos vier violar à noite se por acaso cairmos na tentação de não continuar estas correntes.

Porquê? Porque ninguém gosta de ser coergido a fazer algo que não quer (reparem na finesse com que de repente fiz a relação com o tema "vizinhança").

Dito isto em vez de 5 manias digo só uma:

- Tenho a mania de ter cabecinha para pensar e não entrar em jogos idiotas.


Mai nada! E esta corrente acaba aqui! Da minha parte ninguém vai ser importunado por estas coisas.


P.S.: A todos os pervertidos que ficaram a pensar nisso, NÃO, não sei se a vizinha é boa ou não, o que de qualquer maneira pouco me interessa, porque se andasse à procura de gaja ia antes ao "catálogo de carne humana & restos" também conhecido como hi5.

16 comentários:

starita disse...

és tão mau! Queriam elas descobrir as tuas manias mais secretas!! =D

ihhihiih

posso ser tua vizinha?=X

Parvo na Cadeira disse...

Tu entras no domínio da vizinha boa :x

Pode ser bezinha! =X

Indrha disse...

Por mais que fales... critiques e faças birra.. Tu adoraste o facto de EU me ter lembrado de ti....

Ao menos alguem se lembrou.....

E sabes que mais... QUEM DESDENHA QUER COMPRAR!!!!

P.S. - Tens duvidas se eu sou mesmo boa???? Claro que sou!!!

P.S.1 - Quanto mais me bates.. mais gosto de ti!!!!

P.S. 2 - Ate tens um link especial no meu blog!!!!

Parvo na Cadeira disse...

Para esclarecer mal-entendidos:

a) Não me aqueceu nem me arrefeceu, achei bizarro apenas.

b) Não quero comprar nem estou à venda, já saí da prateleira à muito tempo.

P.S.: Se a tua terrinha tem falta de gajos, eu posso enviar uns amigos praí por correio azul.

P.P.S: (e não PS2 que isso é uma consola de jogos) Mai nada!

Indrha disse...

POis..pois

"à muito tempo" ou " HÁ MUITO TEMPO" ... E já agora.. foste para o arquivo morto?????

Mas eu quero-te é a ti.. Adoro que me trates assim!!!

P.s. - Desculpa, eu sei que ficaste horas há espera da minha resposta...Sentadinho aí na tua cadeirinha de parvinho!!!!

P.P.S - Obrigada por me ensinares coisas tão uteis.. que seria de mim sem ti???

elisabete cunha disse...

Não acredito!! achei o Parvo, um rapaz tão educado, fino ,simpático,bem-humorado, de bem com a vida. Fiquei tão emocionada que acho que não conseguirei dormir.
Um homem como vc é difícil de encontrar!! Tanta gentileza e educação em uma pessoa só!!!
me visite!!!eu adoraria a sua genialidade no meu blog....:)

Parvo na Cadeira disse...

indrha, por acaso só vi agora de manhã lol

Alguém tem a mania da grandeza...

Elisabete, obrigado pelos elogios *^^* até corei!

Bikoka disse...

Depois de ver o teu blog nomeadamente o link "Se veio para discutir apesar de ser idiota, clique aqui" espero que não tenhas um filho ou filha com o Sindrome de Down e que corra no Special Olympics.
É que se isso acontecer vais sempre o ou a considerar retardada.

elisabete cunha disse...

Posso te adicionar?
bom final de semana!!!

Bikoka disse...

Por favor muda a foto do link "Se veio para discutir apesar de ser idiota, clique aqui".

Parvo na Cadeira disse...

Elisabete, se me quer adicionar como escritor do seu blog tenho pena, mas infelizmente não posso, pois estou super atarefado e não tenho tempo para nada :s (só tenho tempo para escrever intermitentemente aqui no blog).

Bikoka, as coisas chamam-se pelos nomes.
Chamam-se invisuais aos cegos, pessoas com dificuldade de locomoção aos coxos. Nenhuma quantidade de camuflagem linguística resolve o problema a essas pessoas.

Tecnicamente uma pessoa com síndrome de Down nem é retardada é mongulóide (e não é nenhum insulto, chama-se isso porque as pessoas que padecem desta condição têm parecenças fenotípicas com os habitantes da mongólia).

O que está nessa imagem é uma piada que nem sequer é um insulto aos mongulóides, é um insulto às pessoas que discutem estupidamente só porque a tecnologia permite a camuflagem da identificação dessa pessoa.

Não retiro a imagem.
Porquê?
Quando as pessoas souberem brincar/gozar consigo próprias sobre todos os assuntos isso será um sinal de evolução da sociedade humana.

Por isso é que andam por aí uns idiotas fanáticos a pedir que se retirem imagens do seu amigo imaginário Maomé de todo o sítio.

Porque são inimigos da evolução mental e social humana.

Talvez se se falasse mais abertamente de tudo e acabassem os preconceitos por idiotice, aí estaríamos a ajudar a sociedade humana em si e os mais desfavorecidos e/ou deficientes em particular.

elisabete cunha disse...

Parvo , sou vou te adicionar na barra lateral ´como link.
abraço!

Parvo na Cadeira disse...

Nesse caso força ;)

(ando um pouco descuidado com os meus links, mas a ver se faço uma actualização um dia destes)

:)

elisabete cunha disse...

Já está linkado!!
abraço!
apareça para conhecer meu blog:
www.elisabetecunha.wordpress.com
o nome é "encanto".
até mais!

Bikoka disse...

Também destesto essa coisa das cadeias de perguntas idiotas. Um dia destes anda lanço a minha própria cadeia com apenas uma pergunta: "Com que frequência é que se masturba?".

elisabete cunha disse...

Eu respondo: TODO DIA !!!!!